Campanha, Internet Marketing, marketing, Marketing Digital, Mídias Sociais, Redes sociais

Planejando Mídia Digital

Um estudo realizado pela ComScore para o IAB (Interactive Advertising Bureau), revelou que o segmento de publicidade online teria um crescimento de 14% em 2015. Além disso, a pesquisa apontou que o investimento total nesse setor ultrapassou a casa dos R$ 8,3 bilhões, em 2014, com a projeção de R$ 9,5 bilhões, em 2015. Outro dado relevante é que as áreas de search e classificados foram as que movimentaram maior volume de verbas publicitárias em 2014, com R$ 3,9 bilhões, seguidas por display e redes sociais (R$ 2,8 bilhões), vídeos (R$ 811 milhões) e mobile (R$ 721 milhões).

performanceonlineEsses números são lindos, mas sabemos que a situação econômica do país está desafiando o mercado publicitário a ser cada dia mais eficiente para manter seu crescimento, enquanto as mídias tradicionais perdem espaço. O maior desafio de nossas reuniões com clientes ou prospects tem sido encontrar alternativas eficientes para geração de resultado por meio de mídias específicas e independentes.

Há alguns anos atrás um planejamento de mídia digital era normalmente óbvio. Continha banner nos principais portais, comparadores de preço e resultado de busca. Para gerar impacto, a sugestão era integrar ao plano um banner na página de saída das redes sociais, outro na home dos portais, compra de inventário concentrado nas redes do Google e disparos de e-mail marketing.

Esse cenário tem mudado. Hoje uma peça publicitária bem planejada é baseada em números e performance definidos. Para pensar em realizar uma campanha de marketing de performance, antes de mais nada a empresa precisa estabelecer suas metas e objetivos da forma mais clara possível.

Todos os dias recebemos demandas e claramente percebemos o quanto o cliente não conhece profundamente o seu negócio, seus custos e suas margens. A consequência é uma campanha que não tem objetivo claro e que não gera resultados efetivos.

Continue lendo “Planejando Mídia Digital”

Anúncios
Campanha, comunicação, marketing, varejo, venda

Aproveite a sazonalidade para vender

Dados coletados em datas como Dia das Mães, Black Friday e Natal são ideais para fazer abordagens personalizadas durante todo o ano

 

1105757_46928318.jpg

As principais datas do e-commerce, como Dia das Mães, dos Pais, dos Namorados, e, especialmente, Black Friday e Natal, são as melhores oportunidades para fortalecer a conexão com cada cliente para compras recorrentes durante todo o ano. Durante as interações realizadas no período os consumidores fornecem informações cadastrais e compartamentais por e-mail, nos sites ou nos pontos de venda, que podem ser utilizadas para personalizar futuras experiências de compra.

Estar presente nos momentos mais importantes é fundamental para todo tipo de relacionamento, inclusive com o consumidor. O principal passo para a fidelização é enviar mensagens de aniversário, ou no pós-venda, para agradecer e celebrar a lealdade desse cliente. Essas ações inclusive possibilitam adquirir novas preferências, que tornam as próximas campanhas ainda mais assertivas.

A assertividade começa pela humanização da abordagem. Uma mensagem pessoal, chamando o cliente pelo primeiro nome no título, aumenta as chances de conversão em 26%, em relação aos e-mails promocionais regulares, de acordo com levantamento da Serasa Experian Marketing Services. Outra opção é selecionar o horário para o envio de e-mail naquele em que o usuário costuma navegar, assim a mensagem sempre ficará entre as mais recentes.

A cereja do bolo para se manter relevante é a persistência, de forma sutil. Quando a marca já está na mente do consumidor, as campanhas de remarketing para recuperação de carrinhos abandonados e também o comportamento de navegação são oportunidades mais certeiras para oferecer descontos, frete grátis e sugerir produtos de seu interesse, garantindo vendas eventuais ou recorrentes durante todo o ano.

Fonte: Serasa Experian

empreendedorismo, Marketing Digital, Mulheres, Mulheres Empreendedoras, PME

Marketing Digital também é para você, pequena empreendedora!

tendencias_marketingdig

Muitas mulheres perguntam-me como “fazer Marketing Digital” em seus pequenos negócios. Devido à frequência que isso tem ocorrido, resolvi escrever, resumindo em algumas dicas práticas que precedem às ações de Marketing propriamente ditas.

Não consigo deixar de sempre incluir inicialmente “o tão falado”, planejamento. Essa seria a dica de número zero (0), ok? E sabe por quê? Por que as pessoas e, consequentemente grande parte das empresas, não o fazem (falarei em outros posts sobre planejamento, acompanhe!).

Acredito que planejar resume-se em uma palavra inicial, posicionar-se! Se você tiver isso em mente já será um bom começo. Posicionamento requer debruçar-se sobre o que você quer e o que espera do seu negócio.

Técnicas auxiliam na elaboração do planejamento, 4 P´s, 8 P´s marketing digital, análise SWOT, BCG, CANVAS etc… começo falando sobre a primeira dica: procure aprimorar seus conhecimentos, mesmo que você acredite que tem conhecimento suficiente para abrir um negócio. Muitas coisas novas surgem a todo momento, além do mais, sempre é tempo de aprender… nas Escolas, na vida, com as pessoas, na Internet! Seja curiosa, mostre para você mesma interesse em conhecer, aperfeiçoar e inovar. Esta também é a minha segunda dica: inove também em seu negócio. Posso dizer aqui que inovação nos dias atuais é alma de qualquer negócio, principalmente se ela for acompanhada de ineditismo. Consumidores estão sendo bombardeados do mesmo à toda hora. Inovar é diferenciar e diferenciando, você consegue conquistar nichos inexploráveis.

Em época de crise o que vem à tona é a criatividade. Essa minha terceira dica aplica-se ao seu negócio e a você também: pense e seja criativa. Muita gente associa o Marketing à grandes investimentos. Claro que isso também é verdade, mas o Marketing de baixo custo existe exatamente para contribuir com as pequenas empresas e em épocas de crise e de mudanças. O modelo clássico e mais caro é a publicidade. Seja criativa encontrando outros meios de divulgação. Segundo Walter Hermann, criatividade é um processo cerebral que implica a habilidade de desafiar suposições, reconhecer padrões, ver novas maneiras, fazer conexões, arriscar-se e agarrar as oportunidades.

Então, crie novas maneiras abrindo novos canais de venda e de relacionamento com seus clientes. #relacionamento é a bola da vez. Ideias simples surtem efeito e o Marketing Digital pode dar ao você abertura de novas frentes de negócios. Instagram, Facebook, blogs, cada um com sua estratégia, resultam em novos e bons negócios.

Concluo este texto chamando atenção para estas ferramentas. Acreditem, elas são uma possibilidade para você, mesmo que você não tenha dinheiro para fazer campanhas publicitárias no Google ou no Facebook.

No próximo post falarei sobre essas estratégias, os canais digitais que você pode explorar e aí deixo a dica final: antecipe-se e crie perfils oficiais de sua empresa. Garanta o registo do seu nome/marca no Facebook, no Instagram, no Youtube e no Pinterest. Mesmo que você ainda não sabe o que são essas redes sociais e terá de atuar em cada uma delas, cadastre-se e garanta o seu nome. Se depois a sua estratégia for começar com presença em parte delas, não faz mal, você já garantiu o sue nome. Este nome deve ser simples para ser facilmente lembrado, ele tem de representar a sua marca e se for inédito, melhor ainda, pois podemos garantir retorno mais eficaz em ações futuras. Cuidado com nomes não profissionais ou caricatos que possam trazer problemas futuros e tenha em mente os direitos autorais, busque no Google informações sobre o nome que pensa cadastrar, este pode ser o primeiro passo.

Deixo esta lição de casa para você meninas! Até a próxima…

comunicação, educação, marketing

Desafios da carreira de Marketing começam na escolha da graduação

Sem dúvida para mim este é um tema relevante, que deveria ser mais estudado. Como reflexão, gostei bastante do texto abaixo da Mundo do Marketing.

Sem muitas opções de bacharelado específicas para a área, estudantes optam por cursos de graduação em administração, publicidade e propaganda e até design, além de tecnólogo

Além de canalizar esforços para vender produtos e serviços, o papel do profissional de Marketing nas companhias é, mais do que nunca, o de satisfazer, engajar e encantar o consumidor. E, para isso, as pessoas que atuam nesta área contam com ferramentas de precificação, comunicação, distribuição, criação e desenvolvimento de ofertas. As habilidades requisitadas daqueles que escolheram a carreira remetem a diversas áreas de conhecimento, o que acaba por multiplicar os caminhos possíveis de serem percorridos para se conquistar uma vaga no departamento de uma empresa.

Existem poucas opções de cursos de bacharelado em Marketing, como os oferecidos pela USP, em São Paulo, pela Unifacs, em Salvador, pela Universidade Católica de Petrópolis (UCP), em Petrópolis (RJ) e pela Universidade Cândido Mendes, no Rio de Janeiro. O mercado opta por mesclar profissionais oriundos de diferentes campos para atuarem em uma atividade que exige competências variadas. A maioria das pessoas que se interessam pela área conclui a graduação em administração, em publicidade e propaganda, ou mesmo se forma como tecnólogo em Marketing. A escolha deve ser feita tendo como base o objetivo do aluno a médio e longo prazo.

Cada um dos percursos abrirá mais facilmente determinadas portas. “Quem deseja trabalhar em agência precisa ter um perfil muito forte de criação e optar pelo bacharelado em comunicação com ênfase em publicidade e propaganda. Outra possibilidade é entrar em um curso de administração, que abre um campo amplo e a oportunidade para uma especialização em Marketing. Esse aluno tenderá a se tornar um gestor na área, trabalhando com o desenvolvimento do produto ou serviço, do preço e da distribuição no ponto de venda”, afirma Marcelo Guedes, Chefe do Departamento de Marketing da ESPM-Rio, em entrevista ao Mundo do Marketing.

Design em alta
O mercado vem absorvendo também alguns profissionais formados em Design, quando há uma especialização na área de desenvolvimento de produto. São valorizadas suas habilidades criativas e sua sensibilidade para tendências no mercado e mudanças no comportamento do consumidor. Eles costumam perceber esses movimentos com mais facilidade por estarem sempre atentos ao mundo das artes.

Continue lendo “Desafios da carreira de Marketing começam na escolha da graduação”

branding, Campanha, empreendedorismo, eventos, marketing

Mais de R$1 bilhão de investimento na marca – Rock in Rio comemora 30 anos

Em 2015, o Rock in Rio celebra 30 anos de história. Ao longo de suas três décadas de existência, o festival acumulou números grandiosos, com mais de R$ 1 bilhão de investimento na marca. Até hoje, 14 edições do festival aconteceram em diversos lugares. Para este ano, a produção prepara mais duas: em Las Vegas (maio) e no Rio de Janeiro (setembro).

Durante todos esses anos, além do alto investimento na marca, R$ 55 milhões foram destinados a projetos socioambientais. O Rock in Rio também movimentou a economia dos lugares onde passou: foram gerados mais de 148 mil empregos para que todas as edições acontecessem.

Na Espanha, o festival é top of mind, ultrapassando a Fórmula 1, segundo informa a equipe de comunicação do festival. Na edição de 2013, o Rock in Rio trouxe 46% do público de fora do estado do Rio. O impacto econômico da edição de dois anos atrás para a capital fluminense, divulgado pela Riotur, foi de R$ 1 bilhão, sendo que ocupação hoteleira ficou perto dos 90% no período.

A primeira edição do Rock in Rio aconteceu em 1985. Diversos cantores nacionais e internacionais subiram ao palco durante os dez dias de programação, como Queen, AC/DC, Rod Stewart, Yes, Ozzy Osbourne, Iron Maiden, Gilberto Gil, Ney Matogrosso, Rita Lee, Paralamas do Sucesso, Blitz, Kid Abelha e Barão Vermelho.

rockinrio

Idealizador do festival, o empresário Roberto Medina conta que não foi fácil realizar o Rock in Rio há 30 anos. “Bati de porta em porta e venci inúmeras barreiras para trazer para o público algo diferente, algo que mudasse a história da música do país. Mas o evento foi além e mudou também a história das pessoas. Mais de um milhão de pessoas presentes no evento, naquela ocasião, têm histórias para contar e celebram o Rock in Rio até hoje em suas vidas”.

Continue lendo “Mais de R$1 bilhão de investimento na marca – Rock in Rio comemora 30 anos”

Campanha

Cesar Cielo participa de Campanha do Vestibular UNISAL 2015

banner_300x500

O atleta Cesar Augusto Cielo Filho, medalhista de ouro nos 50 metros livre e bronze, nos 100 metros dos Jogos Olímpicos de Pequim em 2008, é a estrela da Campanha do Vestibular 2015 do UNISAL – Centro Universitário Salesiano de São Paulo.

A campanha tem como mote o reconhecimento e fortalecimento da identidade da Instituição, que é Confessional, Católica-Salesiana, tendo como um de seus propósitos, possibilitar a reflexão do público jovem por uma escolha que irá influenciar todo o seu futuro profissional. Além disso, a campanha pretende estimular a decisão por uma Instituição tradicional e que esta escolha seja acertada, por um curso que ele goste, para se assim ele possa se tornar um exemplo como profissional.

O Departamento de Comunicação e Marketing iniciou a procura por um Ex-Aluno que ajudasse a realizar estes propósitos e que também auxiliasse na propagação institucional da marca e do slogan publicitário “Esse é o Caminho” criado pela Agência Arte Brasil. Após inúmeras pesquisas com vários Ex-Alunos Salesianos, chegou-se ao nome deste atleta de alta performance, Cesar Cielo.

“Pensamos no Cielo porque além dele ter feito parte da nossa história Salesiana como aluno, é uma pessoa que percorreu o caminho rumo aos seus objetivos, conquistando realizações pessoais e profissionais, tornando-se um exemplo para o esporte brasileiro e para aquelas pessoas que acreditam na realização de seus sonhos”, informa a Coordenadora de Comunicação e Marketing do UNISAL, Luciana Palhete. “Tivemos conhecimento de uma pesquisa da Agência de Marketing Digital, Namosca, que aponta que o Cielo é a celebridade mais admirada pelos jovens. Cielo também foi apontado pela Revista Época, em 2009, como um dos 100 brasileiros mais influentes. Criamos várias peças na internet e mídias sociais, filme para a TV e cinemas, spots para rádios e anúncios em mídia impressa  que levarão o nome e a imagem do Cielo, as peças trazem sempre a hastag #esseéocaminho como o “caminho” para o nosso hotsite da campanha, o que tem tudo a ver com  o perfil do nosso público-alvo que se identifica com esta linguagem”, complementa Luciana.

O UNISAL está com inscrições abertas para o Vestibular 2015. A primeira prova tradicional acontecerá em 19 de outubro em sete Campi de suas Unidades nas cidades de Americana, Campinas, Lorena e São Paulo, onde conta com uma Unidade na região da zona norte da capital paulista. São mais de 35 cursos de graduação, com o lançamento de alguns cursos, como Engenharia Civil (Campinas/São José) e Curso Superior de Tecnologia em Design da Moda (Americana).

Inscrições: www.unisal.br/vestibular

Agenda Vestibular 2015 Inscrições: de 08 de setembro a 17 de outubro de 2014 Prova: 19 de outubro de 2014 Taxa de inscrição: R$ 40,00

Sobre o UNISAL O Centro Universitário Salesiano de São Paulo está presente no mercado desde 1997 como Centro Universitário. Sua história começou bem antes, em 1952, com a abertura da Faculdade Salesiana de Filosofia, Ciência e Letras na cidade de Lorena/SP. Hoje conta com Unidades em Americana, Campinas – polo de Pós-Graduação em Lorena – e os polos de Pós-Graduação em Pindamonhangaba e São José dos Campos, e São Paulo. O UNISAL ministra cursos de Graduação, Pós-Graduação lato sensu e stricto sensu e Extensão.  A Instituição pertence às IUS – Instituições Universitárias Salesianas – presentes em mais de 77 países da América, Europa, Ásia, África e Oceania.

Geração Z, marketing

Geração Z é a bola da vez

Geração Z é a nova aposta dos profissionais de marketing

Jovens nascidos após 1995 já superam millennials em número e apresentam espírito empreendedor

Fonte: Proxxima.

Conhecidos como geração Y, os millennials diferem dos seus sucessores, geração Z, em alguns aspectos comportamentais. Os jovens nascidos após 1995, por exemplo, são muito mais ligados a plataformas visuais. O infográfico do Marketo indica que a presença desses usuários no Facebook caiu de 42% para 23% entre 2012 e 2013. Já o Instagram, por outro lado, apresentou aumento de 12% para 23% no mesmo período. Atualmente, a população com menos de 19 anos representa 25,9% da população total dos Estados Unidos, enquanto os millennials contabilizam 24,5%. Diante dos números, as marcas se mostram cada vez mais interessadas nessa próxima geração de consumidores.

Confira o infográfico do Marketo com dados e informações sobre a geração Z

Geração Z