Campanha, comunicação, comunicadores, educação, marketing, Mkt educacional, Publicidade, venda

Comissão de Educação proíbe publicidade em escolas

escola-ebc-990x707
Img: EBC

A Comissão de Educação da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 2640/15, do deputado Luciano Ducci (PSB-PR), que proíbe a promoção de qualquer atividade com conteúdo comercial nas escolas públicas e particulares de ensinos fundamental e médio.

 

A vedação vale para publicidade, divulgação de produtos, serviços, marcas ou empresas, independentemente do meio utilizado.

A proposta altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB – Lei 9.394/96) na parte que define a finalidade da educação básica.

Vulnerabilidade
Relatora na comissão, a deputada Professora Marcivania (PCdoB-AP) defendeu a aprovação da matéria. Ela destacou que o Código de Defesa do Consumidor, o Código Brasileiro de Autorregulamentação Publicitária (Conar) e o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), entre outras normas, reconhecem a vulnerabilidade da criança diante da propaganda comercial.

“Quando meninos e meninas são expostos a isso nos espaços escolares, os efeitos são ainda mais patentes”, disse a parlamentar.

Tramitação
O projeto, que tramita em caráter conclusivo, ainda será analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ).

Fonte: Agência Câmara
Reportagem: Emanuelle Brasil
Edição: Marcelo Oliveira
Anúncios
Campanha, Geração Z, marketing, Memes, Mkt educacional

Todo cuidado é pouco nas redes sociais

meme-escolaaaO amadorismo e a falta de monitoramento das redes sociais podem resultar nesta infeliz imagem.

O último meme do momento, é o de uma ação divulgada ontem, 22.01, no Facebook por uma Escola mineira que “confundiu” um iPad com um iMac. Inverteram o equipamento a fim de  passá-lo como um tablet da Apple. Como assim? Sim, esta imagem acima foi postada no perfil oficial da Escola ao lançar um novo produto, o de cursos de idiomas.

Imediatamente centenas de imagens foram postadas nos comentários com imagens engraçadas, chamando a atenção que um computador não poderia ter sido utilizado como um tablet em uma campanha publicitária. Esta imagem viralizou e transformou-se em meme. Infelizmente o post ficou exposto muito tempo no Facebook, talvez subestimaram demais a criatividade dos seus seguidores e também a velocidade da viralização da rede. Além disso, parece que não possuíam alguém ou alguma agência responsável pelo monitoramento do perfil, pois o post foi apagado muito tempo depois, o que permitiu maior viralização na internet.

meme-escola4

Tive a oportunidade de ler os comentários…. foram centenas de memes, alguns com imagens impróprias e pesadas. Usaram artistas como a cantora Anitta, super-heróis e muitas outras imagens.

Produção, acompanhamento das atividades das agências de publicidade e de web precisam ser contempladas no planejamento do Marketing Educacional. O profissional de Marketing e responsáveis por Escolas que aceitam tudo que uma agência ou outro prestador de serviço sugere, esta fadado a constrangimentos como este. Vivemos na era do “compartilhamento”, do grande “valor da imagem”, do “marketing digital”, não podemos expor pessoas, marcas e famílias desta maneira.

Triste ver duas jovens expostas a isso, porque sabemos que por trás deste episódio está claro que a Escola não é cercada de profissionais atentos.

Já pensaram na marca e a imagem desta Escola agora? Talvez o nome seja conhecido, mais do que esperavam com a campanha de divulgação, mas a que preço e de que maneira? Será que vão reverter o negativo em positivo em relação à marca?

E as alunas? Como será que a família destas alunas reagiram a isso tudo?

meme-escola5

Sabemos que nem todas as Escolas podem contar com uma estrutura completa de Marketing, mas hoje em dia, diversas opções como consultorias, a própria internet e banco de imagens gratuitos estão a um click de nós. Claro que não se compara com o trabalho de um profissional da área, e tenho aqui que defender a classe, pois além de planejar, digo sempre, que somos responsáveis até o fim, até a hora de finalizar os relatórios de cada ação, incluindo aplicações e retiradas de materiais, mas a pergunta que me vem a cabeça é: será que o investimento é realmente caro ou impossível de ser praticado pelas Escolas? Fica minha sugestão de reflexão.

Em respeito às pessoas, inseri imagens com o rosto coberto, na tentativa de não expor ainda mais suas imagens. Meu intuito com este texto foi o de refletir sobre o cuidado que, como profissionais de Marketing e que os profissionais deste segmento tão maravilhosos, que é o educacional, têm que ter.

Procurar ajuda, pesquisar e cercar-se de profissionais ao lançarmos uma campanha na internet faz parte da imagem que qualquer empresa quer ter no mercado. Todo cuidado é pouco!