educação, empreendedorismo, evento, Lançamento, Livros, Mkt educacional, Mulheres Empreendedoras

Lançamento da Revista Educacional On-line Educacio

colunistasbrindepublicolilian-e-contadoracontadora

A Revista On-Line Educacional Gênesis nasceu de um sonho da escritora e educadora Lilian Fernandes: transformar o mundo por meio da Educação!

Estive no lançamento na Casa das Rosas no último dia 18 e também tive o prazer de escrever um texto falando um pouco sobre Marketing.

A Revista integra os diversos âmbitos da Educação e traz matérias e conteúdos inovadores, críticos e reflexivos, além de proporcionar aos leitores novas possibilidades de aprendizagens.

Foi uma honra e um grande prazer prestigiar o evento e participar do projeto, juntos conseguimos sim, realizar mais e melhor.

A Educacional Gênesis Editora, responsável pela edição e publicação da revista, tem o compromisso de ser mais sustentável, apostando no crescente mercado editorial on-line.

Lilian Fernandes é uma super querida, empreendedora associada à rede EGSP – Empreendedoras da Grande SP, está totalmente alinhada com o nosso propósito de fomentar o empreendedorismo feminino. Conheci tantas educadoras maravilhosas, tantas pessoas do bem, que não teve como deixar em branco e não vir aqui registrar esse momento.

A cerimônia foi conduzida pela narradora de histórias, Camila Genaro, presidente da Academia Brasileira de Contadores de Histórias, a qual superrecomendo. Maravilhosa!

Lilian Fernandes, CEO da Educacional Gênesis Editora, homenageou aos colunistas e a jornalista e produtora  Dapnhe Andreoni, responsável pelo projeto gráfico e edição, com a entrega de certificados, flores e um brinde. 

 

Conheça a Revista em: http://www.lilianfernandesescritora.com.br/2017/01/24/revista-on-line-educacional-genesis/#sthash.zW09YQ68.dpuf

Contato e patrocínios:
Fone: (11) 4890-2238
Whatsapp: (11) 95735-5561

Anúncios
Campanha, comunicação, comunicadores, educação, marketing, Mkt educacional, Publicidade, venda

Comissão de Educação proíbe publicidade em escolas

escola-ebc-990x707
Img: EBC

A Comissão de Educação da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 2640/15, do deputado Luciano Ducci (PSB-PR), que proíbe a promoção de qualquer atividade com conteúdo comercial nas escolas públicas e particulares de ensinos fundamental e médio.

 

A vedação vale para publicidade, divulgação de produtos, serviços, marcas ou empresas, independentemente do meio utilizado.

A proposta altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB – Lei 9.394/96) na parte que define a finalidade da educação básica.

Vulnerabilidade
Relatora na comissão, a deputada Professora Marcivania (PCdoB-AP) defendeu a aprovação da matéria. Ela destacou que o Código de Defesa do Consumidor, o Código Brasileiro de Autorregulamentação Publicitária (Conar) e o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), entre outras normas, reconhecem a vulnerabilidade da criança diante da propaganda comercial.

“Quando meninos e meninas são expostos a isso nos espaços escolares, os efeitos são ainda mais patentes”, disse a parlamentar.

Tramitação
O projeto, que tramita em caráter conclusivo, ainda será analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ).

Fonte: Agência Câmara
Reportagem: Emanuelle Brasil
Edição: Marcelo Oliveira
ead, educação, Ensino Superior, Mercado, Mkt educacional

Ingresso de aluno no ensino superior presencial deve cair 1,9%, diz Semesp

O número de alunos que ingressam no ensino superior privado deve registrar queda este ano na comparação com 2015, de acordo com estimativas do Sindicato das Mantenedoras de Ensino Superior (Semesp). A entidade calcula que o total de alunos novos nos cursos presenciais deve ser 1,9% menor este ano na comparação com 2015, mesmo depois de o ano passado já ter representado uma retração de 8,2%.

A perspectiva do Semesp é de uma retomada apenas em 2017, com o ensino presencial crescendo 1,1% na comparação anual em número de ingressantes, ainda um ritmo considerado muito fraco.

“Esperamos um cenário melhor em 2017, mas sobretudo porque temos uma base de alunos que já foi muito depreciada desde 2015”, comenta o diretor executivo do Semesp, Rodrigo Capelato.

O Índice Semesp de Ingressantes, lançado nesta sexta-feira, 2, em evento do setor, estima a evolução do número de novos alunos com base em elementos macroeconômicos e demográficos. A entidade vai atualizar essas projeções mensalmente.

As estimativas levam em conta um cenário de abertura de novas vagas no programa de financiamentos estudantil, o Fies, levemente melhor que o deste ano. O Semesp prevê para 2017 um montante de cerca de 350 mil novas vagas no Fies ante 325 mil ofertadas este ano, muito embora o setor reclame que nem todas as vagas oferecidas puderam ser preenchidas em 2016 até que fossem feitos ajustes nos critérios de seleção de alunos.

Apesar de a entidade prever que o Fies deva oferecer novas vagas, o setor de ensino superior tem demonstrado preocupações com o programa.

O Fies foi tema de debate entre empresários de grandes universidades que participaram nesta sexta-feira de um almoço de confraternização, promovido pelo Semesp em São Paulo. O sentimento era de preocupação depois que o resultado de uma auditoria do Tribunal de Contas da União apontou que houve “descalabro” na gestão do Fies.

O ministro da Educação, José Mendonça Bezerra Filho, tem pregado uma reformulação do programa capaz de torná-lo mais sustentável. Nesta semana, o ministro afirmou que a proposta de reformulação do programa de financiamento estudantil do governo federal, o Fies, precisará ser concluída até o final do ano ou o primeiro semestre de 2017. Há no setor quem reclame, porém, de falta de diálogo. Empresários não sabem ao certo qual será o novo Fies.

“Fala-se muito em ser sustentável, mas é preciso lembrar que o Fies é uma política pública, não pode ser tratado como um financiamento privado ou então ele perde seu papel”, conclui Capelato.

 

Ensino a Distância

Segmento que não está atrelado ao financiamento e que sofre menos na crise, o ensino a distância tem projeções um pouco mais otimistas.

O Semesp projeta que o número de ingressantes no EAD deva crescer 0,1% este ano e registrar crescimento de 4,2% em 2017.

Para o total de matrículas, incluindo não só calouros mas também alunos veteranos, a expectativa ainda é de queda este ano, de 3,6% no EAD. Ainda assim, o recuo é menor do que os 6,7% de retração esperados no ensino presencial.

Em 2017, o Semesp calcula que o total de matrículas vai aumentar 3,3% no EAD e 0,7% no ensino presencial.

 

Fonte: Estadão Conteúdo

aplicativos, comunicação, educação, geração y, Geração Z, Internet, Mídias Sociais, Mkt educacional, redes socias, Relacionamento

O que fazem os jovens nas horas de descanso?

Filmes, séries e programas de TV são indispensáveis como lazer para 78% dos estudantes

Uma pesquisa realizada pela rede social Passeidireto.com indica que 78% dos 5 mil entrevistados gostam de ficar no sofá e em frente à telinha – seja da TV, computador ou tablet – assistindo séries, filmes e programas preferidos. Outros 65% dos universitários, sendo maioria entre 18 e 24 anos, atualizam a playlist e ouvem música sozinhos, 39% deles preferem sair com os amigos e 32% escolhem viajar.

celular-uso

Quando falamos da telona, 44% curtem ir ao cinema. Tem aqueles que não abandonam os livros nem na hora do descanso e 58% deles preferem ler, enquanto 47% estão ligados no videogame. Como a grana é curta no período de faculdade, somente 19% dos jovens vão a restaurantes e teatro, mesmo com a meia-entrada.

A ideia da pesquisa é entender melhor como os universitários usam o tempo livre e um dado interessante que observamos é que muitos deles continuam conectados. Usam o computador para estudar e seguem na plataforma para refrescar a mente“, declara Daiane Dias, coordenadora de Relacionamento com o Cliente do Passeidireto.com.

Os serviços de lazer
Como o Passeidireto.com percebeu o lazer preferido dos estudantes, a rede resolveu estender a pesquisa e quis saber o quê e como eles assistem.
O computador é o campeão na hora de esquecer os estudos, com 93% dos entrevistados conectados por ele, seguidos de 91% no celular, 66% na televisão e 25% no tablet. A pesquisa aponta que o rádio é importante para 18% de entrevistados na hora do descanso.

Quando o assunto é o uso e a importância dos serviços para o lazer, os aparelhos eletrônicos são indispensáveis para se distrair para 68% dos entrevistados. Os serviços de streaming influenciam 43% dos estudantes contra 25% dos serviços de TV paga.

A programação queridinha está em assistir filmes em geral, com 10%. Entre as séries, Game of Thrones é a mais assistida representada por 6%, tendo Orange is the New Black e Grey”s Anatomy na cola com 5% e 4%, respectivamente.

Para os que usam a internet para programar viagens, 46% entram online e compram passagens e 40% fecham hospedagem; 23% deles usam para conferir promoções e comparar preços.

Apesar dos diversos interesses em descansar na frente de um produto eletrônico, 33% dos participantes confessaram ficar de uma a duas horas por semana dedicando o tempo à principal atividade de lazer, mas 32% se entregaram e disseram ficar mais de seis horas semanais.

A Passeidireto.com é uma rede acadêmica para universitários, que tem como missão conectar alunos e seus conhecimentos. Desde 2012 no ar, o Passeidireto.com já concentra 7 milhões de usuários, está presente em mais de 2,5 mil universidades do Brasil e em 4 anos de existência já recebeu R$ 27,5 milhões em aporte. Por meio da rede, os estudantes podem se conectar uns aos outros, seguir disciplinas específicas, compartilhar materiais de estudo e trocar mensagens. 
Confira todos os detalhes da pesquisa no link: http://www.singcomunica.com.br/passeidireto-com-revela-o-que-os-universitarios-fazem-nas-horas-vagas/

 

carreira, comunicadores, marketing, Mkt educacional, treinamento

Capacitação “Marketing Estratégico em IES” terá início dia 1º de agosto

 

Universidade Corporativa Semesp inicia novo curso EAD em parceria com a FIA

 O Semesp – Sindicato das Mantenedoras de Ensino Superior inicia no próximo dia 1º de agosto o curso a distância “Marketing Estratégico em IES”, em parceria com a Fundação Instituto Administração (FIA). O curso, com uma carga horária de 18 horas, visa capacitar os profissionais para aplicação de conceitos, práticas, técnicas e ferramentas gerenciais mais atualizados em Marketing.

marketing-estrategico“O objetivo desse curso é preparar os profissionais de marketing para ocupar níveis hierárquicos superiores, além de introduzir os participantes na discussão de conceitos considerados ainda de fronteira da ciência no campo de marketing estratégico”, adianta o coordenador da Universidade Corporativa Semesp, prof. Dr. Marcio Sanches.

Segundo Sanches, podem participar da capacitação profissionais da área de marketing que atuam em Instituições de Ensino Superior e buscam reciclagem e especialização, que trabalham em outras áreas da IES, mas que percebem a necessidade do conhecimento sobre Marketing Estratégico e ingressantes na área marketing em IES que precisam adquirir os conhecimentos necessários para o desempenho das novas funções.

Os principais conceitos do curso serão explicados com ênfase em videoaulas. As aulas terão dinâmica muito próxima das presenciais e o material de apoio será exclusivo para o curso, associado aos vídeos. O tutor Riccardo V. Morici auxiliará o aluno na resolução de dúvidas. Os Quizzes fixarão o conteúdo e reforçarão a aprendizagem. O Fórum estimulará debates, troca de ideias e conhecimento. Já o estudo de caso, apresentado durante o curso, fará com que o aluno teste na prática o que aprendeu na teoria, formulando um plano estratégico de marketing para captar e reter alunos. 

O conteúdo do curso é dividido em: Marketing Estratégico: Marketing–Natureza das necessidades do cliente ao valor percebido e relevância; Processo de gestão de Marketing, esferas estratégicas e táticas; segmentação de mercado, seleção de alvo e posicionamento; estratégias para novos mercados e mercados correntes; Mix de Marketing: uma visão panorâmica; decisões de produto, preço e distribuição; Plano de Marketing – consolidação das decisões tomadas como guia de ação. Marketing estratégico aplicado às IES: estudos de caso.

“A FIA entra com a produção, operacionalização e certificação dos cursos e o Semesp completa as aulas com mais duas horas de cases específicos do ensino superior”, explica Carlos Eduardo Furlanetti, diretor de cursos do LabFin Provar, da FIA. Segundo Furlanetti os cursos da FIA em EAD são dinâmicos e têm como vantagens “um aprendizado para adquirir conhecimento aplicado no dia a dia melhorando resultados; cursos considerados no índice da Financial Times com os melhores das 30 maiores escolas do país e ainda um modelo que privilegia aulas com mestres e doutores renomados e otimamente avaliados em cursos presenciais”.

Serviço:
Marketing Estratégico em IES
Início: dia 1º de agosto

Inscrições
Informações: universidadecorporativa@semesp.org.br
Telefone: (11) 2069-4444.
Associado Semesp: R$ 540,00
Não-associado: R$750,00

 

Prof. Riccardo V. Morici – é mestre em Business Administration pela Ohio University, em História da Ciência, com foco na História do Marketing, pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUC-SP. É pós-graduado em General Management pela Havard Business School. MBA Corporativo pela FGV. MBA Executivo Internacional pela FGV. CEAG (especialização em Administração de Empresas) com ênfase em Marketing pela Escola de Administração de Empresas de São Paulo – EAESP-FGV. Engenheiro Mecânico pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo – Poli-USP. Professor dos cursos de pós-graduação e MBA da Fundação Instituto de Administração – FIA para as disciplinas de Marketing Estratégico, Gestão de Marketing, Gestão de Marketing no Varejo e Planejamento Estratégico.
Sobre a Universidade Corporativa Semesp
Criada em junho de 2014, pelo Semesp – Sindicato das Mantenedoras de Ensino Superior, a Universidade Corporativa Semesp tem como objetivo capacitar e qualificar os profissionais de instituições de ensino superior, difundindo conhecimentos, técnicas e valores considerados fundamentais para o sucesso do ensino superior no Brasil. Desde sua criação já formou e capacitou cerca de 200 profissionais.
Portal: www.uc.semesp.org.br
 Atendimento à Imprensa: Ana Purchio/ 11 2069-4419 / imprensa@semesp.org.br

 

comunicação, Criatividade, design thinking, educação, evento, Internet Marketing, marketing, Marketing Digital, Mídias Sociais, Mkt educacional, Redes sociais, Relacionamento, treinamento

Ética na Era Digital no III Fórum de Comunicação e Marketing da ANEC

Forum Mkt ANEC1

Amigos e amigas a ANEC – Associação Nacional de Educação Católica do Brasil realiza de 11 a 13 de maio, o III Fórum Nacional de Comunicação e Marketing, no Colégio Damas, em Recife (PE).  O evento vai promover a troca de experiências entre os profissionais da área, com informações sobre ética, direito, marcas, marketing digital, design Thinking, redes sociais e outros.

“Ética na Era Digital” foi o tema escolhido para esta edição que traz na programação palestras e workshops. Estas oficinas serão voltadas para elaboração de cerimonial, planejamento do marketing digital, dicas para sobreviver nas Redes Sociais e design thinking.

Forum Mkt ANEC22222O tema principal será ministrado pela coordenadora do MBA em Marketing da HSM Educação, Martha Gabriel. As duas outras palestras irão tratar sobre “Direito Digital” ministrado pelo assessor jurídico da Associação das Religiosas da Instituição Cristã e membro do GT de Assessores da ANEC, Sr. Helder Nascimento e “O lado bom da força: Marcas e Éticas na era digital” ministrada pela publicitária e jornalista, Izabela Domingues.

O evento é voltado para profissionais de comunicação: jornalistas, assessores de Imprensa/comunicação, gestores de comunicação e marketing, designers, web designers, atendimento publicitário, analistas de redes sociais, relações institucionais, publicitários, produção audiovisual, professores/pesquisadores da área de comunicação, analista de marketing e gestores de instituições de educação.

Inscrições e mais informações em: http://www.anec.org.br/comunicacaoemarketing – Inscreva-se até  6 de maio. As vagas são limitadas!

 

Participarei da mesa-redonda do último dia. Espero vocês lá!

Campanha, Geração Z, marketing, Memes, Mkt educacional

Todo cuidado é pouco nas redes sociais

meme-escolaaaO amadorismo e a falta de monitoramento das redes sociais podem resultar nesta infeliz imagem.

O último meme do momento, é o de uma ação divulgada ontem, 22.01, no Facebook por uma Escola mineira que “confundiu” um iPad com um iMac. Inverteram o equipamento a fim de  passá-lo como um tablet da Apple. Como assim? Sim, esta imagem acima foi postada no perfil oficial da Escola ao lançar um novo produto, o de cursos de idiomas.

Imediatamente centenas de imagens foram postadas nos comentários com imagens engraçadas, chamando a atenção que um computador não poderia ter sido utilizado como um tablet em uma campanha publicitária. Esta imagem viralizou e transformou-se em meme. Infelizmente o post ficou exposto muito tempo no Facebook, talvez subestimaram demais a criatividade dos seus seguidores e também a velocidade da viralização da rede. Além disso, parece que não possuíam alguém ou alguma agência responsável pelo monitoramento do perfil, pois o post foi apagado muito tempo depois, o que permitiu maior viralização na internet.

meme-escola4

Tive a oportunidade de ler os comentários…. foram centenas de memes, alguns com imagens impróprias e pesadas. Usaram artistas como a cantora Anitta, super-heróis e muitas outras imagens.

Produção, acompanhamento das atividades das agências de publicidade e de web precisam ser contempladas no planejamento do Marketing Educacional. O profissional de Marketing e responsáveis por Escolas que aceitam tudo que uma agência ou outro prestador de serviço sugere, esta fadado a constrangimentos como este. Vivemos na era do “compartilhamento”, do grande “valor da imagem”, do “marketing digital”, não podemos expor pessoas, marcas e famílias desta maneira.

Triste ver duas jovens expostas a isso, porque sabemos que por trás deste episódio está claro que a Escola não é cercada de profissionais atentos.

Já pensaram na marca e a imagem desta Escola agora? Talvez o nome seja conhecido, mais do que esperavam com a campanha de divulgação, mas a que preço e de que maneira? Será que vão reverter o negativo em positivo em relação à marca?

E as alunas? Como será que a família destas alunas reagiram a isso tudo?

meme-escola5

Sabemos que nem todas as Escolas podem contar com uma estrutura completa de Marketing, mas hoje em dia, diversas opções como consultorias, a própria internet e banco de imagens gratuitos estão a um click de nós. Claro que não se compara com o trabalho de um profissional da área, e tenho aqui que defender a classe, pois além de planejar, digo sempre, que somos responsáveis até o fim, até a hora de finalizar os relatórios de cada ação, incluindo aplicações e retiradas de materiais, mas a pergunta que me vem a cabeça é: será que o investimento é realmente caro ou impossível de ser praticado pelas Escolas? Fica minha sugestão de reflexão.

Em respeito às pessoas, inseri imagens com o rosto coberto, na tentativa de não expor ainda mais suas imagens. Meu intuito com este texto foi o de refletir sobre o cuidado que, como profissionais de Marketing e que os profissionais deste segmento tão maravilhosos, que é o educacional, têm que ter.

Procurar ajuda, pesquisar e cercar-se de profissionais ao lançarmos uma campanha na internet faz parte da imagem que qualquer empresa quer ter no mercado. Todo cuidado é pouco!