branding, Campanha, empreendedorismo, eventos, marketing

Mais de R$1 bilhão de investimento na marca – Rock in Rio comemora 30 anos

Em 2015, o Rock in Rio celebra 30 anos de história. Ao longo de suas três décadas de existência, o festival acumulou números grandiosos, com mais de R$ 1 bilhão de investimento na marca. Até hoje, 14 edições do festival aconteceram em diversos lugares. Para este ano, a produção prepara mais duas: em Las Vegas (maio) e no Rio de Janeiro (setembro).

Durante todos esses anos, além do alto investimento na marca, R$ 55 milhões foram destinados a projetos socioambientais. O Rock in Rio também movimentou a economia dos lugares onde passou: foram gerados mais de 148 mil empregos para que todas as edições acontecessem.

Na Espanha, o festival é top of mind, ultrapassando a Fórmula 1, segundo informa a equipe de comunicação do festival. Na edição de 2013, o Rock in Rio trouxe 46% do público de fora do estado do Rio. O impacto econômico da edição de dois anos atrás para a capital fluminense, divulgado pela Riotur, foi de R$ 1 bilhão, sendo que ocupação hoteleira ficou perto dos 90% no período.

A primeira edição do Rock in Rio aconteceu em 1985. Diversos cantores nacionais e internacionais subiram ao palco durante os dez dias de programação, como Queen, AC/DC, Rod Stewart, Yes, Ozzy Osbourne, Iron Maiden, Gilberto Gil, Ney Matogrosso, Rita Lee, Paralamas do Sucesso, Blitz, Kid Abelha e Barão Vermelho.

rockinrio

Idealizador do festival, o empresário Roberto Medina conta que não foi fácil realizar o Rock in Rio há 30 anos. “Bati de porta em porta e venci inúmeras barreiras para trazer para o público algo diferente, algo que mudasse a história da música do país. Mas o evento foi além e mudou também a história das pessoas. Mais de um milhão de pessoas presentes no evento, naquela ocasião, têm histórias para contar e celebram o Rock in Rio até hoje em suas vidas”.

Continue lendo “Mais de R$1 bilhão de investimento na marca – Rock in Rio comemora 30 anos”

Campanha, crowdfunding

Igreja do McDonalds tem campanha para arrecadar US$1 milhão

Oi?

isso mesmo! veja o que acabo de ler no Estadão…

Jenn Harris – Chicago Tribune

Grupo lança campanha nos Estados Unidos para erguer igreja popular autossustentável onde fiéis jamais vão passar fome

Reprodução
Projeto quer unir missa e Big Mac com fritas
 

Seria mais interessante ir à igreja se a missa fosse acompanhada de um Big Mac com fritas? Essa  é a ideia por trás do McMass (‘McMissa’), grupo cujo objetivo é colocar uma franquia do McDonald’s dentro de uma igreja.

Liderado por Paul Di Lucca, diretor de criação da agência de branding religioso Lux Dei, o grupo lançou uma página no site de crowdfunding IndieGoGo. Ele pretende arrecadar US$ 1 milhão para construir a primeira igreja do McDonald’s.

O dinheiro será destinado à compra da franquia e à construção. Atualmente, o grupo busca uma igreja para estabelecer uma parceria.

“É hora de as igrejas se envolverem com o empreendedorismo”, escreve o grupo. “Ao combinar uma igreja e um McDonald’s, podemos criar uma igreja popular autossustentável, capaz de inspirar o envolvimento da comunidade, e um restaurante McDonald’s sem igual.”

Até o fechamento desta matéria, o grupo tinha conseguido captar US$ 79.

A recompensa por ajudar a trazer um McDonald’s até a igreja mais próxima? Dependendo do tamanho da doação, pode-se ganhar desde um “amém” até adesivos e camisetas com a hashtag #Feast4Jesus, podendo até ter o nome gravado na parede de doadores da primeira igreja ‘McMissa’./Tradução de Augusto Calil

branding, Campanha, marketing

Novembro Azul tem adesão ainda tímida das marcas

Campanha começa a receber apoio de empresas brasileiras para conscientizar consumidores da importância da prevenção ao câncer de próstata. Data foi criada na Austrália, em 2004

Por Priscilla Oliveira, do Mundo do Marketing

Em diferentes partes do mundo, as campanhas de responsabilidade costumam atrair centenas de marcas dispostas a associar sua imagem em prol de uma causa. No Brasil, esse tipo de ação passa, muitas vezes, a ser incorporada ao calendário fixo de Marketing, especialmente as datas com apelo à saúde, que são as que mais recebem incentivos. Esse é o caso do movimento em prol do câncer de próstata, que começa a ganhar a atenção, ainda tímida, das empresas brasileiras. Sob associação das palavras inglesas “mostache” (bigode) e “november” (novembro), o Movember foi criado na Austrália, em 2004.

O Novembro Azul chegou ao Brasil em 2012, por meio do Instituto Lado a Lado que, observando o sucesso da iniciativa em todo o mundo, o moldou ao estilo de outra campanha já existente no país, o Outubro Rosa, para a prevenção do câncer de mama. Enquanto o movimento feminino atrai milhares de eventos e companhias ajudando o projeto, no dos homens, o volume ainda é baixo, mesmo que venha crescendo consideravelmente ano a ano. Há dois anos, São Paulo foi a única região a receber pouco mais de 10 atividades. Em 2013 o número subiu para mais de 200, tendo apenas o Acre e o Amapá ficado de fora das atrações. Em 2014, pelo menos 500 empresas aderiram à causa masculina junto ao instituto, e outras começaram a adotar a expressão “Novembro Azul” em seus negócios. A expectativa é que a causa ganhe mais força quando for realmente entendida pelos empresários. “Esse é um assunto sério a ser adotado pelos gestores e muitos ainda não enxergam a importância da responsabilidade social. O papel deles é fundamental, é humanizar a saúde e tornar os hábitos saudáveis um assunto diário”, conta Liana Pires, Supervisora de Comunicação e Conteúdo do Instituto Lado a Lado, em entrevista ao Mundo do Marketing.

Continue lendo “Novembro Azul tem adesão ainda tímida das marcas”

Campanha

Cesar Cielo participa de Campanha do Vestibular UNISAL 2015

banner_300x500

O atleta Cesar Augusto Cielo Filho, medalhista de ouro nos 50 metros livre e bronze, nos 100 metros dos Jogos Olímpicos de Pequim em 2008, é a estrela da Campanha do Vestibular 2015 do UNISAL – Centro Universitário Salesiano de São Paulo.

A campanha tem como mote o reconhecimento e fortalecimento da identidade da Instituição, que é Confessional, Católica-Salesiana, tendo como um de seus propósitos, possibilitar a reflexão do público jovem por uma escolha que irá influenciar todo o seu futuro profissional. Além disso, a campanha pretende estimular a decisão por uma Instituição tradicional e que esta escolha seja acertada, por um curso que ele goste, para se assim ele possa se tornar um exemplo como profissional.

O Departamento de Comunicação e Marketing iniciou a procura por um Ex-Aluno que ajudasse a realizar estes propósitos e que também auxiliasse na propagação institucional da marca e do slogan publicitário “Esse é o Caminho” criado pela Agência Arte Brasil. Após inúmeras pesquisas com vários Ex-Alunos Salesianos, chegou-se ao nome deste atleta de alta performance, Cesar Cielo.

“Pensamos no Cielo porque além dele ter feito parte da nossa história Salesiana como aluno, é uma pessoa que percorreu o caminho rumo aos seus objetivos, conquistando realizações pessoais e profissionais, tornando-se um exemplo para o esporte brasileiro e para aquelas pessoas que acreditam na realização de seus sonhos”, informa a Coordenadora de Comunicação e Marketing do UNISAL, Luciana Palhete. “Tivemos conhecimento de uma pesquisa da Agência de Marketing Digital, Namosca, que aponta que o Cielo é a celebridade mais admirada pelos jovens. Cielo também foi apontado pela Revista Época, em 2009, como um dos 100 brasileiros mais influentes. Criamos várias peças na internet e mídias sociais, filme para a TV e cinemas, spots para rádios e anúncios em mídia impressa  que levarão o nome e a imagem do Cielo, as peças trazem sempre a hastag #esseéocaminho como o “caminho” para o nosso hotsite da campanha, o que tem tudo a ver com  o perfil do nosso público-alvo que se identifica com esta linguagem”, complementa Luciana.

O UNISAL está com inscrições abertas para o Vestibular 2015. A primeira prova tradicional acontecerá em 19 de outubro em sete Campi de suas Unidades nas cidades de Americana, Campinas, Lorena e São Paulo, onde conta com uma Unidade na região da zona norte da capital paulista. São mais de 35 cursos de graduação, com o lançamento de alguns cursos, como Engenharia Civil (Campinas/São José) e Curso Superior de Tecnologia em Design da Moda (Americana).

Inscrições: www.unisal.br/vestibular

Agenda Vestibular 2015 Inscrições: de 08 de setembro a 17 de outubro de 2014 Prova: 19 de outubro de 2014 Taxa de inscrição: R$ 40,00

Sobre o UNISAL O Centro Universitário Salesiano de São Paulo está presente no mercado desde 1997 como Centro Universitário. Sua história começou bem antes, em 1952, com a abertura da Faculdade Salesiana de Filosofia, Ciência e Letras na cidade de Lorena/SP. Hoje conta com Unidades em Americana, Campinas – polo de Pós-Graduação em Lorena – e os polos de Pós-Graduação em Pindamonhangaba e São José dos Campos, e São Paulo. O UNISAL ministra cursos de Graduação, Pós-Graduação lato sensu e stricto sensu e Extensão.  A Instituição pertence às IUS – Instituições Universitárias Salesianas – presentes em mais de 77 países da América, Europa, Ásia, África e Oceania.

Boa ação, Campanha

Seria este o melhor comercial da Copa? Eu adorei!

Gente simples, sem nenhuma celebridade nem recursos de computação gráfica.

Ideia genial de mostrar a paixão pelo futebol em várias partes do mundo. Há quem diga que este é o melhor comercial da Copa…

Assistam para ver se não é bom de fato!

 

Efeitos especiais? não sei… rs só sei que o MacDonald´s lançou também outros vídeos com material bruto mostrando o talento de alguns dos personagens deste filme, talento puro!

 

Campanha, educação

Copa de 2014 o Serviço Social: desdobramentos de sua ação interventiva e investigativa

 Brasil

Copa de 2014 o Serviço Social: desdobramentos de sua ação interventiva e investigativa

Profª Me. Maria Isabel Prezotto Vicente

É sabido que o Brasil foi descoberto e tido como colônia de exploração, inicialmente subalternizado ao país que o descobriu – Portugal, mas a disposição de todos os demais países da Europa, que vinham aqui para explorar suas riquezas minerais e naturais. Posteriormente, submetido ao modelo norte americano, permanecendo até os dias atuais.

Continue lendo “Copa de 2014 o Serviço Social: desdobramentos de sua ação interventiva e investigativa”

Campanha, comunicação, evento, Financeiro e Negócios, Tecnologia, telecomunicação

Copa e Tecnologia: Quais as tecnologias implantadas nos estádios, na infraestrutura das cidades e na mobilidade das pessoas?

tecnologia na copa

Copa e Tecnologia: Quais as tecnologias implantadas nos estádios, na infraestrutura das cidades e na mobilidade das pessoas?

Prof. Me. Silvio Renato Messias de Carvalho

Grandes eventos esportivos como Olimpíadas e principalmente a Copa do Mundo trazem consigo grandes saltos na evolução tecnológica. E a Copa do Mundo 2014 no Brasil não será diferente.

Para a transmissão de um evento destas proporções será montado o Centro Internacional de Coordenação de Transmissão (IBCC, na sigla em inglês) para captar o sinal dos jogos e fazer a transmissão internacional para emissoras de mais de 200 países que adquiriram direitos de mídia da FIFA. Neste centro também é feito o controle de qualidade de produção para que os jogos tenham o padrão FIFA de qualidade. Em termos de transmissão o diferencial desta copa será a captação e produção de alguns jogos na resolução 4k. A resolução 4k, também chamada de Ultra HD, supera em quatro vezes a nossa conhecida resolução Full HD da televisão digital. É uma resolução para grandes telas, acima de 60 polegadas. Porém não poderá ser vista na transmissão da TV aberta porque o sistema de TV digital brasileiro não comporta tal resolução. Talvez alguma operadora de cabo possa oferecer para seus assinantes o sinal Ultra HD, porém será necessário ter um decodificador apropriado na recepção. Câmeras para captação 4k podem capturar até 900 frames por segundo o que significa uma super câmera lenta ou ultra slow motion. A TV estatal japonesa NHK pretende ir além e fazer testes de captação na resolução 8k, uma resolução dezesseis vezes maior que a resolução Full-HD.

Continue lendo “Copa e Tecnologia: Quais as tecnologias implantadas nos estádios, na infraestrutura das cidades e na mobilidade das pessoas?”